Universidades cearenses devem sofrer corte de R$ 62 milhões em orçamento por determinação do MEC

Universidades cearenses devem sofrer corte de R$ 62 milhões em orçamento por determinação do MEC


Com a redução do orçamento do Ministério da Educação (MEC) previsto para 2021, as instituições de ensino federais vão sofrer com cortes. O prejuízo, no Ceará, deve chegar a aproximadamente R$ 62 milhões. O Projeto de Lei Orçamentária Anual 2021 deve ser encaminhado ao Congresso Nacional até o fim de agosto.

Uma das instituições afetadas, a UFC deve perder aproximadamente R$ 29 milhões, conforme informado por nota. O orçamento previsto para 2021 era por volta de R$148 milhões e, com o corte, chegou a quase R$119 milhões. Caso o corte seja mantido, a Instituição poderá ter dificuldades no próximo ano para honrar contratos de manutenção relativos à infraestrutura.  

O cenário de crise para o Instituto Federal do Ceará (IFCE) deve corresponder a uma perda de R$ 17,8 milhões no orçamento. O maior impacto, portanto, será na ação de funcionamento, com uma redução de 21% quando comparado ao deste ano.

Na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), o corte chega a algo em torno de R$ 9,5 milhões. A Universidade Federal do Cariri deverá ter redução ao menos, R$ 5,2 milhões no orçamento previsto para despesas discricionárias.

Diário do Nordeste