Advogado de Lula e ex-defensor da família Bolsonaro são alvos da PF

Advogado de Lula e ex-defensor da família Bolsonaro são alvos da PF


O advogado do ex-presidente Lula (PT), Cristiano Zanin, e o ex-advogado do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Frederick Wassef, são alvos da Operação Lava Jato da manhã desta quarta-feira (9), que cumpre 51 mandados de busca e apreensão em escritórios de advocacia e empresas em seis estados.

Também são alvos os advogados Eduardo Martins, filho do atual presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, e Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU). A operação decorre da delação premiada de Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomercio, e investiga o desvio de pelo menos R$ 151 milhões, em contratos de mais de R$ 355 milhões da instituição, do Sesc e do Senac.

A força-tarefa da Operação Lava Jato do Rio de Janeiro realiza a operação "E$quema S" nesta quarta-feira (9) contra escritórios de advocacia acusados de desviar R$ 150 milhões do Sesc e Senac. O objetivo dos desvios era montar uma blindagem que mantivesse o empresário Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio no comando das entidades.

São cumpridos mandados de busca e apreensão no Rio, em São Paulo, em Brasília, em Alagoas, no Ceará e em Pernambuco.

A ação do Ministério Público Federal tem a participação de agentes da Polícia Federal e da Receita Federal. Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas da 7ª Vara Federal Criminal.

CNN