Bolsonaro: “Vão pedir auxílio para quem falou ‘fica em casa'”

Bolsonaro: “Vão pedir auxílio para quem falou ‘fica em casa'”


Em sua live semanal, transmitida nesta quinta-feira (10) por suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro disse que não tem como prorrogar o auxílio emergencial mais do que já está previsto. E declarou: “Não quero culpar ninguém não, mas vão pedir auxílio para quem tirou seu emprego. Quem falou ‘fica em casa, a economia a gente vê depois’, chegou o boleto para pagar agora”.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, Bolsonaro atacou a quarentena adotada por governadores para evitar a propagação da doença. Ele se referiu à Covid-19 como uma “gripezinha” e disse que era necessário olhar a economia. A “gripezinha” já matou 129 mil pessoas no país.

“O pessoal aderiu ao ‘fica em casa e a economia a gente vê depois’, desde o começo eu disse que tinha que ver os dois”, afirmou.