Empresa de confecção de fardamentos é instalada no sistema prisional do Ceará

Empresa de confecção de fardamentos é instalada no sistema prisional do Ceará


A empresa Prot Servis, está com uma instalação no sistema penitenciário do Ceará. A marca é especializada em corte e costura que atua na produção de fardamentos. A inauguração foi realizada na última segunda-feira (31), na unidade prisional Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (CEPIS).

A Prot Servis é uma das sete empresas qualificadas no chamamento público realizado pela Secretaria da Administração Penitenciária em dezembro de 2019.

De início, entre 15 e 20 internos serão alocados para começar o trabalho da empresa. Posteriormente outros internos devem fazer parte da equipe para complementar as outras etapas de produção na parte da costura. A meta é que 50 internos sejam contratados.

O secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque enfatizou durante a inauguração que com essa nova empresa a unidade prisional funcionará com três pilares: Educação, qualificação e trabalho. 

Trabalho dentro do Sistema Penitenciário do Ceará
Os internos trabalham 40 horas semanais e recebem remição de pena a cada três dias trabalhados. O salário é de 3/4 do salário mínimo que é encaminhado para a família. Atualmente cinco empresas estão instaladas no sistema prisional do Estado.

Governo do Estado