Flávio Bolsonaro e Queiroz são denunciados pelo Ministério Público por esquema de rachadinhas

Flávio Bolsonaro e Queiroz são denunciados pelo Ministério Público por esquema de rachadinhas


O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) formalizou denúncia ao Tribunal de Justiça do RJ contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) e o seu ex-assessor na época do mandato como deputado estadual, Fabrício Queiroz, no caso do esquema de rachadinhas. Em denúncia com cerca de 300 páginas, a dupla é acusada pelos crimes de lavagem de dinheiro, peculato e organização criminosa em atividades ilícitas relacionadas ao antigo gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Flávio é apontado como líder de uma organização criminosa que atuava em esquemas de corrupção, operados por Queiroz, e sediados na Alerj. De acordo com o O GLOBO, promotores apontam, a partir de informações das quebras de sigilo bancário e fiscal, que o filho do presidente Jair Bolsonaro usou, pelo menos, R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo das rachadinhas. Por sua participação no esquema, Queiroz foi preso em junho último na casa do Advogado Frederick Wassef e atualmente cumpre prisão domiciliar.