Futebol com “cabeça” de Bolsonaro gera polêmica

Futebol com “cabeça” de Bolsonaro gera polêmica


As cabeças de Jair Bolsonaro, Donald Trump e Vladmir Putin foram transformadas em pequenas esculturas de material maleável pelas mãos do artista espanhol Eugênio Merino. Em parceria com o coletivo de artistas ativistas Indecline, os objetos foram usados como bolas de futebol em partidas que podem ser conferidas em vídeos e fotos. Os jogos têm como principal objetivo protestar contra as decisões e postura desses governantes.

Na postagem, que traz o vídeo da cabeça de Bolsonaro sendo usada como bola de futebol, o coletivo informa o nome do projeto: “Freedom Kick”, em português, chute de liberdade. Há também no Instagram do grupo fotos de peladas com a cabeça de Putin e Trump. Os internautas se dividiram quanto à validade ou não da ação polêmica. Enquanto, alguns se colocavam a favor (“Essa cabeça é vazia por dentro, muito similar ao modelo original”) outros se indignaram (“me pergunto se tem da Mariele ou do Lula… E se tivesse, me pergunto o que a esquerda faria…”).

Até o momento, a postagem do Indecline sobre Bolsonaro tem 116 000 curtidas.