INCA alerta para índice de diagnóstico de câncer infantil; uma criança cearense por dia

INCA alerta para índice de diagnóstico de câncer infantil; uma criança cearense por dia


O Instituto Nacional do Câncer (INCA) divulgou recentemente dados que estimam que os novos casos da doença em crianças no Brasil, para cada ano do triênio 2020-2022, será de 4.310 em meninos e de 4.150 em meninas.

No Ceará, o quantitativo anual estimado pelo órgão é o mesmo para este ano e para os dois seguintes, pelo menos 1.080 cearenses de zero a 19 anos devem ter a doença confirmada para os próximos dois anos, sendo 50% deles de cada gênero. Considerando que, a média de novos casos para 2020 é superior a 300 casos no estado, média de 30 novos casos por mês, praticamente uma descoberta por dia.

O Médico Vagner Soares, Oncologista Pediátrico da Cliame Cariri, diz que os pais devem ficar atentos aos sintomas que possam sugerir o diagnóstico de um câncer infantil.

“É através dos sinais que se chega a um diagnóstico precoce que pode aumentar as chances de cura dos pacientes, que giram em torno de 70% e 80% na maior parte dos casos”, explicou Vagner.

Segundo ele, febre persistente, presença de gânglios espalhados pelo corpo, presença de massa abdominal perceptível ao apertar o abdômen da criança, manchas em tons de roxo espalhadas pelo corpo, sangramentos de forma espontânea, presença de dor de cabeça súbita associada com vômitos e náuseas, alteração do nível de consciência, presença de dor óssea de causa desconhecida, perda de peso de forma é explicada e palidez são alguns dos possíveis sintomas para um diagnóstico.

Só esse ano no Estado se estima que cerca de 360 novos casos sejam diagnosticados em crianças e adolescentes. O número alerta para a importância do diagnóstico precoce, ao qual se volta para o mês do Setembro Dourado.

Site Miséria