Prédio de Fortaleza que sofreu explosão corre risco de colapso e será demolido

Prédio de Fortaleza que sofreu explosão corre risco de colapso e será demolido


Depois de ser atingido por um vazamento de gás e sofrer uma explosão na última semana, o prédio localizado na avenida Santos Dumont, Papicu, será demolido. Conforme informações divulgadas pela empresa de telecomunicação Oi, responsável pelo equipamento, um laudo indicou que a estrutura está comprometida e corre risco de colapso. O processo de demolição terá inicio ainda nesta terça-feira, 29.

Em nota, a instituição afirmou que equipes já iniciaram os trabalhos de preparação para que o prédio seja demolido. A torre metálica de telefonia móvel presente no local será desmontada e todo "tráfego" de telefonia que utilizava a estrutura foi remanejado, para evitar impactos na "cobertura aos clientes na região".

A medida foi tomada após a empresa contratar um perito particular, que apontou um comprometimento da estrutura da edificação e um "risco iminente de colapso", recomendando a demolição. Além disso, o laudo realizado pelo profissional ainda destacou a possibilidade de que a vila localizada ao lado do prédio pudesse ser afetada com o desmoronamento, trazendo riscos aos moradores.

O episódio da explosão ocorreu após a perfuração de um duto da Companhia de Gás do Ceará (Cegás), localizado próximo da região, ter espalhado o combustível até o prédio. Trabalhadores foram evacuados por um bombeiro civil minutos antes da explosão acontecer, não deixando vítimas.

O POVO Online