Programa Auxílio Catador vai beneficiar mais de 1.200 trabalhadores de 41 municípios do Ceará

Programa Auxílio Catador vai beneficiar mais de 1.200 trabalhadores de 41 municípios do Ceará


Nesta semana a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) divulgou o resultado final do Programa Auxílio Catador. Ao todo, 1.249 profissionais de 41 municípios serão contemplados com seis parcelas fixas de um quarto do salário-mínimo (R$ 261,25), pagas até 31 de dezembro. O programa foi criado aos moldes do Benefício Emergencial do Governo federal, na tentativa de minimizar os impactos causados pela pandemia do novo Coronavírus.

De acordo com o secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, o auxílio começa a ser pago já no mês de setembro. O setor responsável, na Pasta, disse que se movimenta para iniciar os repasses o quanto antes, mas ainda não há um dia definido. Ao todo, o Estado vai desembolsar mais de R$ 1,9 milhões ao longo dos quatro meses vigentes de auxílio - R$ 1.567 por profissional.

As inscrições para o programa foram realizadas ,pelas associações ou cooperativas de materiais recicláveis, no período de 7 e 16 de agosto. Após isso, foi divulgada uma lista preliminar. A Comissão de Avaliação avaliou 981 catadores associados de 44 associações, em 38 municípios, e então a Sema completou as vagas remanescentes a partir de critérios de desempate. 268 pessoas foram incluídas.

Foram habilitados profissionais de 48 associações ou cooperativas em 41 municípios:

Altaneira
Aracati
Barbalha
Brejo Santo
Camocim
Canindé
Caridade
Choró
Crateús
Crato
Eusébio
Forquilha
Fortaleza
Frecheirinha
Graça
Groaíras
Horizonte
Iguatu
Independência
Juazeiro do Norte
Jucás
Limoeiro do Norte
Maracanaú
Maranguape
Massapê
Meruoca
Monsenhor Tabosa
Morada Nova
Moraújo
Nova Olinda
Pacatuba
Pacujá
Quixadá
Quixeré
Russas
Santana do Acaraú
São Gonçalo do Amarante
Senador Sá
Sobral
Tabuleiro do Norte
Várzea Alegre

Diário do Nordeste