Segunda vacina contra Covid-19 deve ser registrada pela Rússia até 15 de outubro

Segunda vacina contra Covid-19 deve ser registrada pela Rússia até 15 de outubro


Após registrar sua primeira candidata a vacina contra a Covid-19, nomeada Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou, em agosto, a Rússia espera registrar uma segunda opção em potencial contra o vírus até o dia 15 de outubro. Foi o que disse a agência de notícias Tass, citando o órgão regulador russo de segurança do consumidor Rospotrebnadzor, nesta terça-feira (22).

A nova opção foi desenvolvida pelo Instituto Vector, da Sibéria, que concluiu o estágio inicial de testes em humanos na semana passada.

No dia 8 de setembro, o Ministério da Saúde russo informou que o primeiro lote da Sputnik V, passou nos testes de qualidade e foi liberada para a população civil. Até o momento, a vacina russa contra a Covid-19 é destinada para pessoas com idade entre 18 e 60 anos.

O Ministério da Saúde também informou que a entrega dos primeiros lotes está prevista para um futuro próximo, mas não especificou datas.

Diário do Nordeste