Brasil registra primeiro caso confirmado de Covid-19 em gato

Brasil registra primeiro caso confirmado de Covid-19 em gato


O primeiro animal de estimação a testar positivo para o coronavírus (Covid-19) no Brasil foi descoberto em Cuiabá, no Mato Grosso. É uma gata de poucos meses. Ela não tem sintomas da Covid-19 e contraiu a doença porque teve contato com os donos durante o período de isolamento deles. A possível infecção de outro gato e de um cachorro é investigada.

A gata foi testada positiva pelo exame molecular de PCR, padrão ouro para o coronavírus, pela pesquisadora Valéria Dutra, professora da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá. A cientista adverte que pessoas infectadas pelo coronavírus devem se manter isoladas de seus animais.

O caso acende o alerta para o risco de as pessoas transmitirem o coronavírus para os animais. Em laboratório, na China, mostrou-se ser possível que gatos transmitam a doença para outros felinos. Mas não se sabe se podem transmitir para seres humanos e sequer se o contágio entre felinos é fácil. A suposição é de que não seja.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) recomenda manter os gatos em casa sempre que possível e não permitir que eles saiam livremente à rua. Cães devem ser mantidos à distância de pelo menos dois metros uns dos outros e contato com pessoas estranhas deve ser limitado. Aglomerações devem ser evitadas tanto por pessoas quanto por animais. O CDC não recomenda o uso de máscaras e alerta que elas podem causar danos a eles.

O Globo