Com R$ 6,9 milhões, Tomás Figueiredo ocupa 7ª posição entre os candidatos a prefeito mais ricos do Estado

Com R$ 6,9 milhões, Tomás Figueiredo ocupa 7ª posição entre os candidatos a prefeito mais ricos do Estado


O jornal O Povo fez um levantamento no repositório de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) onde informa aos eleitores que cerca de 2% dos 15,8 mil candidatos deste ano no Ceará declararam à Justiça Eleitoral bens em mais de R$ 1 milhão. Ao todo, concorrem a prefeituras e Câmaras Municipais no Estado 276 políticos com patrimônio milionário, cinco deles, inclusive, com mais de R$ 10 milhões. 

O ranking carrega forte presença de candidatos a prefeituras do Interior do Estado. Em Santa Quitéria, o candidato à reeleição, Tomás Figueiredo está entre os 10 mais ricos do Ceará, ocupando a 7ª colocação.

Candidato pelo partido MDB, Tomás acumula em 2020 um total de R$ 6,9 milhões de patrimônio. Em 2016, o atual prefeito contabilizou R$ 4.452.861,12 de bens. Entre eles, é possível citar dois terrenos, um apartamento em Fortaleza e R$ 200.000,00 em dinheiro em espécie. Em um curto período de tempo de 4 anos, Tomás Figueiredo totalizou um aumento de 60% em seu patrimônio. 


A maioria dos candidatos mais ricos se concentra em municípios do Litoral Oeste ou da Região Norte do Estado, com empresários filiados ao PSDB ocupando quatro das cinco primeiras posições no "ranking" de milionários. 

Ao todo, entre os 9,9 mil candidatos que declararam patrimônio, foram citadas 3,6 mil casas e 800 apartamentos. O bem mais comum são automóveis, pouco mais de 9 mil. Já o investimento mais frequente é na caderneta de poupança (804), seguido por aplicações de renda fixa (229). O mercado de ações não é tão popular, com títulos do tipo só aparecendo em 100 candidaturas.

Com informações de O Povo e TSE