Embrapa investiga morte de ovinos e caprinos no interior do Ceará

Embrapa investiga morte de ovinos e caprinos no interior do Ceará


Um surto que se caracteriza por diarreia e anemia tem causado a morte de ovinos e caprinos no Baixo Jaguaribe e Inhamuns. Alguns criadores desta última região relatam perdas superiores a 30% do rebanho.

O problema sanitário começou a ser identificado em maio deste ano e, atualmente, segundo o secretário de Agricultura de Tauá, Alberto Soares Júnior, tem causado a morte de até dois animais por dia. Ele aponta que a doença, cujo vetor ainda é desconhecido, tem gerado prejuízo na cadeia econômica regional de criação da ovinocaprinocultura, que é a principal atividade agropecuária dos Inhamuns.

"O impacto é significativo, alguns criadores expressam desinteresse em continuar com a atividade e outros amargam prejuízos que variam entre R$ 25 mil a R$ 45 mil. Já buscamos apoio técnico da Embrapa", destacou Soares.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Caprinos e Ovinos, em Sobral, na região Norte do Estado, está apurando as causas das mortes. A princípio, a Embrapa trabalha com a hipótese de ser um surto de verminose. "Nesse período de pandemia não foi possível irmos a campo para avaliar com mais precisão, mas já fizemos reuniões online para orientarmos os criadores e planejarmos as nossas ações a partir dos relatos colhidos", explicou o veterinário da Embrapa, Marcel Teixeira.

Ele explica que a verminose é um dos principais problemas sanitários do rebanho de caprinos e ovinos. A doença afeta a digestão e a absorção de nutrientes; reduz eficiência reprodutiva e consequentemente a produtividade geral do rebanho. A verminose, no entanto, ocorre com maior regularidade em período chuvoso, quando a pastagem está úmida. Já a mortandade do rebanho em ambas as regiões teve início já no início do período da pós-estação chuvosa. "Apesar da suspeita inicial, vamos realizar exames de fezes e outros diagnósticos clínicos para descobrir as reais causas", acrescentou Marcel.

Diário do Nordeste