Governo Federal cancela 13° salário do Bolsa Família

Governo Federal cancela 13° salário do Bolsa Família


Os representantes da equipe econômica federal do presidente Jair Bolsonaro, informaram que não será mantido o pagamento extra para os segurados do Bolsa Família. De acordo com eles, o assunto não está mais em pauta na administração federal que nesse momento se concentra na finalização dos calendários do auxílio emergencial.  

Em justificativa, a equipe informou que com a pandemia do novo coronavírus o governo não obtém recursos o suficiente para liberar um décimo terceiro. Além disso, os técnicos afirmaram que a quantia já vem sendo indiretamente paga por meio do auxílio emergencial que permitiu com que os segurados do bolsa família tivessem mensalidades de até R$ 600 durante os últimos meses. 

“As pessoas receberam pelo menos R$ 600 durante cinco meses. Esse valor é bem superior ao Bolsa Família e equivaleria a um 14º e a um 15º. Se pagarmos um 13º para beneficiários do Bolsa Família, também teremos que pagar para quem recebe o auxílio emergencial? Não está claro. Mas essa decisão é política e depende do presidente Bolsonaro. Mas não há debates sobre isso no governo”, disse um técnico da equipe econômica.  

Proposta de Campanha
Durante sua campanha política em 2018 e no seu primeiro ano de mandato, Bolsonaro prometeu que estaria anualmente concedendo um 13º salário para os segurados do Bolsa Família. A proposta foi realizada em 2019, mas não cumpriu a previsão prevista para este ano. 

Em 2020, a equipe de Bolsonaro encontra ainda dificuldades para definir como funcionará o Bolsa Família em 2021, podendo o programa ser extinto mediante a implementação do Renda Brasil ou do Renda Cidadã. 
Hidrolândia 24 Horas