Imagens de Camilo Santana geram embate entre candidatos na Justiça

Imagens de Camilo Santana geram embate entre candidatos na Justiça


Até o momento, o governador Camilo Santana (PDT) não participou de nenhuma campanha eleitoral presencialmente. Limitou-se a apenas gravar vídeos para candidatos aliados e só naqueles municípios em que não há conflito entre aliados, que são poucos, diga-se de passagem. E não há previsão de que vá a qualquer município para pedir votos a aliados nas ruas.

Por conta disso, aliás, candidatos em vários municípios do Ceará têm travado uma batalha judicial acerca da imagem e de menções ao nome do governador do Estado nas propagandas eleitorais. Há decisões judiciais, por exemplo, em Fortaleza, para vetar propagandas com fotos do candidato Sarto Nogueira com o governador. Na Capital, o partido de Camilo, o PT, tem candidato próprio, o que veta a participação do governador em outras campanhas, mesmo que seja de partidos aliados.

Em Caucaia, ocorreu, ontem, algo semelhante. A Justiça Eleitoral determinou a retirada de postagens das redes sociais do prefeito Naumi Amorim (PSD), candidato naquele município. Lá, o PT, de Camilo, tem Elmano de Freitas como candidato à Prefeitura. Em Maracanaú, também na Região Metropolitana, os adversários estão questionando judicialmente o nome que aparecerá na urna para o candidato Júlio César Filho (Cidadania) “Julinho líder do Camilo”.

A disputa pelo uso da imagem do governador ocorre também em municípios do Interior.

Diário do Nordeste