Paulo Bonavides morre aos 95 anos

Paulo Bonavides morre aos 95 anos


Faleceu nesta sexta-feira (30), o professor e jurista Paulo Bonavides, aos 95 anos. Até o momento, a causa da morte e informações sobre o funeral não foram divulgadas.

“O mundo perdeu o seu maior constitucionalista! A Universidade Federal do Ceará está de luto! Com muito pesar cumpro o dever de comunicar o falecimento do Prof. Paulo Bonavides”, disse Cândido Albuquerque, reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), da qual o jurista era professor emérito.

Bonavides nasceu em Patos, na Paraíba, mas iniciou a carreira em jornalismo e em direito no Ceará. Em 1950, começou a lecionar sociologia para alunos do ensino médio do Instituto de Educação Justiniano de Serpa, em Fortaleza.

O jurista era considerado um dos constitucionalistas mais respeitados do Brasil. Foi presidente emérito do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional (IBDC), presidente de honra do Instituto de Defesa das Instituições Democráticas (IDID) e diretor da Revista Latino-Americana de Estudos Constitucionais, que ajudou a fundar.

Entre os prêmios recebidos pelo jurista estão o Carlos de Laet, da Academia Brasileira de Letras, a Medalha Rui Barbosa, da Ordem dos Advogados do Brasil, e o Grande Colar do Mérito, do Tribunal de Contas da União (2005).

Mediante a notícia, autoridades lamentaram a morte do professor. O governador do Ceará, Camilo Santana, decretou luto oficial de três dias no estado. 
Repórter Ceará