Por que não votar em branco na Eleições Municipais de 2020?

Por que não votar em branco na Eleições Municipais de 2020?


Imagine-se na seguinte situação: Você está em um restaurante com sua família e toda comida que é oferecida a vocês, vem da escolha de terceiros. Incerto, não? Ninguém gostaria de estar no escuro sobre decisões que influenciam diretamente sua vida. Já havia pensado nessa relação com o voto branco ou nulo?

Grande parte da população acredita que, ao anular o voto ou apertar a tecla “branco” na urna eletrônica, está contribuindo para a invalidação das eleições. Mas não é isso que acontece.  Esses votos não são contabilizados e mesmo que sejam maioria, a contagem é feita apenas pelos válidos e o candidato com maior porcentagem vence.

No Brasil, em uma cartilha distribuída pelo Tribunal Superior Eleitoral em 2014 reconhece que um número maior de votos nulos e brancos reduz a quantidade de votos válidos necessários para que um candidato se eleja. E alerta: ao anular seu voto, o eleitor pode possibilitar a vitória de um candidato que não venceria com os votos válidos que recebeu. 

Você sabe a diferença entre votar em branco e votar nulo?
O voto em branco não será computado para nenhum candidato, porém quando o eleitor faz a escolha por esse voto está dizendo que abre mão do seu direito de contribuir na decisão para o futuro do país e concorda com qualquer candidato que a maioria da população escolher.

O voto nulo também não vai para nenhum concorrente. Ele acontece quando o eleitor digita um número que não equivale a nenhum partido ou candidato e em seguida aperta o botão verde de confirma. O que o votante precisa ter em mente é que quando utiliza desse voto está anulando seu direito de contribuição para uma das decisões mais importantes para a democracia.

Com informações de UOL, OAB e Jusbrasil