Santa Quitéria ocupa 2° lugar entre as cidades mais atingidas por queimadas no Ceará

Santa Quitéria ocupa 2° lugar entre as cidades mais atingidas por queimadas no Ceará


Durante o último semestre do ano em que as temperaturas estão elevadas e com baixa umidade, o mês de setembro apresentou um aumento superior a 150% no número de focos de queimadas se comparado a agosto. De acordo com o Sistema de Monitoramento e Alerta da Enel Distribuição Ceará, o estado já alcançou o número de 5.201 focos desde o início do ano. As cidades mais atingidas até então são:

  • Icó (415) 
  • Santa Quitéria (314) 
  • Sobral (250) 
  • Saboeiro (175) 
  • Ipueiras (153).

A maior parte dos incêndios está localizada nas regiões Centro-Sul, Sul e Leste, com 50% dos casos. Dia 31 de agosto foram registrados 325 focos, o maior deste ano, seguido por 5 de setembro, com 281 focos, e 30 de setembro, com 221 focos.  Após o fim do período chuvoso e início do período mais seco no Ceará, o número de incêndios tem aumentado mensalmente conforme expectativa.

Recomendações
A Enel orienta a população a não originar incêndios em qualquer tipo de material, por menor que seja o volume, próximo à rede elétrica, pois o fogo pode, além de provocar o desligamento das cargas, danificar os equipamentos e até provocar danos estruturais, o que pode resultar em graves acidentes. 

Em áreas urbanas, a maior parte das queimadas ocorre em lotes baldios onde há muita vegetação e, muitas vezes, acúmulo de lixo. A distribuidora ressalta que a limpeza dos terrenos e o descarte adequado desses resíduos é essencial para evitar pequenos incêndios próximos à rede. 

Ceará Agora