Sementes misteriosas da China possuem ácaro, fungos e bactérias, diz governo

Sementes misteriosas da China possuem ácaro, fungos e bactérias, diz governo


Os pacotes de sementes vindos da China e de outros países estão sendo analisados pelo Ministério da Agricultura e dados preliminares já apontaram presença de microrganismos. Segundo o órgão federal, foram identificados fungos, bactérias e ácaro em amostras que estão em análise. Um dos primeiros casos registrados no país foi em Jaraguá do Sul, no início de setembro.

O Ministério da Agricultura teve a notificação de 258 pacotes com sementes em 24 estados e no Distrito Federal - apenas Amazonas e Maranhão não tiveram registros. No entanto, apenas 39 já chegaram ao laboratório para análises. Em um dos pacotes foi identificado a presença de um ácaro vivo, em 25 amostras foram encontrados três espécies diferentes de fungos e duas amostras continham bactérias que ainda estão em identificação.

- São pequenas quantidades, mas que podem trazer pragas para a nossa agricultura. Podem ter plantas daninhas que não temos aqui e podem ser prejudiciais, podem produzir fungos ou outras bactérias - explica José Guilherme Leal, secretário de Defesa Agropecuária do Mapa.

Nas análises em andamento também foi encontrada a possibilidade de haver a presença de plantas quarentenárias - que não existem no Brasil. As amostras em análise estão sendo sequenciadas para identificar quais são os tipos de fungos, bactérias e o ácaro encontrados. Isso poderá indicar se existem riscos - e quais são - em cada um dos microrganismos.

O Ministério da Agricultura também investiga as origens dos pacotes que chegaram ao Brasil. Até o momento foram identificados quatro países como origem, mas também é necessário confirmar se as informações dos pacotes são verídicas. A partir disso, o governo brasileiro vai trabalhar com a colaboração dos órgãos fitosanitários de outros países para constatar a origem dos materiais.

NSC Total