Sesa: Caminhadas, carreatas e entrega de material no Ceará devem ser evitadas no período eleitoral

Sesa: Caminhadas, carreatas e entrega de material no Ceará devem ser evitadas no período eleitoral


A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) elaborou um protocolo de medidas sanitárias para o período eleitoral, em razão da pandemia do novo coronavírus. O documento orienta, por exemplo, que comícios, caminhadas, carreatas e reuniões com grande número de pessoas sejam evitados.

O protocolo orienta, ainda, que os candidatos optem pela realização de "livemícios", que são os comícios online, e que eles criem comitês virtuais. Segundo a Sesa, as normas apresentadas no informe atendem aos protocolos elaborados pelo Governo do Estado e aos decretos governamentais de distanciamento social e uso obrigatório de máscaras.

"O protocolo traz medidas sanitárias importantes que devem ser cumpridas pelos candidatos e pela população. Na medida em que a retomada de atividades e eventos avança, maior é a responsabilidade de cada cidadão. É importante que os candidatos e a população estejam protegidos pelo uso da máscara, pelo distanciamento e, sobretudo, pela higienização das mãos", reforça Dolores Fernandes, coordenadora da Vigilância Sanitária da Sesa.

Eventos de campanha, conforme a Sesa, só serão autorizados em municípios que já seguem as regras de protocolos definidos nos decretos estaduais. "A realização de eventos deve ser comunicada previamente ao promotor e juiz leitoral da região, bem como ao promotor da área da saúde", aponta a Sesa. 

Os comícios devem respeitar os decretos governamentais e deverão limitar o número de pessoas. O limite é de 100 pessoas em ambientes fechados e de 200 pessoas em locais abertos. O distanciamento mínimo é de 1,5 metro.

Diário do Nordeste