Anel colorido em volta do sol volta a ser visto no interior do Ceará

Anel colorido em volta do sol volta a ser visto no interior do Ceará


Trinta e seis dias após a formação de um halo solar chamar a atenção de moradores do interior do Ceará, o fenômeno óptico voltou a ser observado por moradores das cidades de Iguatu e Icó, na região Centro-Sul do Ceará, Juazeiro do Norte, Altaneira, Tarrafas, Assaré, no Cariri cearense, no fim da manhã desta quinta-feira (26).

O halo é um imenso círculo colorido ao redor do sol. É chamado pelos meteorologistas como ‘halo solar’. A sua formação fez com que com muita gente olhasse para o céu, tirasse fotos e fizesse vídeos que foram compartilhados nas redes sociais.

O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Flaviano Rodrigues, esclareceu que fenômeno decorre do aumento de umidade na atmosfera, formação de cristais de gelo suspensos no ar e nuvens elevadas que “carregam as partículas úmidas e ocorre a refração da  luz solar em forma de círculo colorido”.

O meteorologista do Inmet também esclareceu que “pode ocorrer em qualquer época do ano e em todas as regiões, quando as condições de umidade e nuvens elevadas estão dadas”.

Para o meteorologista da Fundação Cearense de Recursos Hídricos e Meteorologia (Funceme), Raul Fritz, o halo solar tende a ocorrer, principalmente, “em época de chuva porque o tipo de nuvem no qual se forma acontece mais neste período”.

Diário do Nordeste