Capes abre 1.400 vagas em seleção para doutorado-sanduíche no exterior

Capes abre 1.400 vagas em seleção para doutorado-sanduíche no exterior


O Programa Doutorado-Sanduíche no Exterior (PDSE) abriu mais um processo seletivo para estudantes de pós-graduação de todo o país. Estão sendo oferecidas 1.400 vagas para doutorado-sanduíche em instituições de ensino superior no exterior.

Podem participar alunos matriculados em cursos de doutorado avaliados com nota quatro ou maior na última quadrienal. Os selecionados farão uma parte do curso em outro país. Entre os requisitos está a necessidade de comprovar fluência na língua estrangeira a qual pretende cursar. 

O objetivo do programa é oferecer oportunidades para a atualização de conhecimentos técnicos, científicos, tecnológicos e acadêmicos e ampliar o nível de colaboração e de publicações conjuntas entre a comunidade acadêmica que atua no Brasil e no exterior. 

A CAPES será responsável pelo apoio financeiro aos bolsistas dos seguintes benefícios:
  1. mensalidade;
  2. auxílio deslocamento;
  3. auxílio instalação;
  4. auxílio seguro-saúde; 

As instituições têm até o dia 12 de março do próximo ano para realizarem a seleção interna dos candidatos e divulgarem seus resultados. A inscrição no sistema da CAPES será feita de 15 de março a 1º de abril. Após homologação, emissão das cartas de concessão e todos os trâmites necessários para a implementação das bolsas, as atividades no exterior poderão ser iniciadas entre julho e setembro de 2021.


Ter domínio de um segundo idioma é fundamental para quem sonha estudar em fora. Além disso, é um diferencial para o currículo. Seja na área de pesquisa ou o mercado de trabalho, saber inglês ou outro idioma auxilia o profissional a conquistar melhores oportunidades.

Pensando nisso, o Educa Mais Brasil disponibiliza bolsas de estudos para cursos de idiomas com até 70% de desconto nas mensalidades. O programa de inclusão educacional é parceiro das melhores instituições de ensino do país.