Eleitores recebiam remédios em troca de votos, denuncia Ministério Público

Eleitores recebiam remédios em troca de votos, denuncia Ministério Público


Uma farmácia localizada no município de Apuiarés estava sendo utilizada a pedido de candidatos para doação de medicamentos à população, em troca de votos. A denúncia foi constatada nessa quarta-feira (11) durante Operação Alquimia, deflagrada pela Polícia Federal (PF), quando foram realizadas buscas e apreensões, decretadas pelo juiz eleitoral Walton Pereira de Souza Paiva.

As investigações realizadas foram pautadas em documentações com indícios da prática dos crimes de corrupção eleitoral e captação ilícita de sufrágio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dentre os documentos apreendidos, estavam cupons de compra de medicamentos, muitos deles acompanhados de receituário médico, que permitia a identificação do beneficiário dos remédios, bem como dos candidatos e apoiadores responsáveis pela compra.

Ainda foram encontrados documentos com anotações constando o controle financeiro, com indícios de distribuição de valores para compra de votos.

Segundo o promotor eleitoral Jairo Pequeno Neto, a conduta praticada pelos candidatos aos cargos públicos, bem como pelos apoiadores, é capaz de desequilibrar a disputa eleitoral, por meio do abuso de poder econômico, maculando, assim, o princípio da normalidade das eleições.

CN7