Em contagem regressiva para eleição, candidato à Prefeitura de Juazeiro do Norte tem registro de candidatura indeferido

Em contagem regressiva para eleição, candidato à Prefeitura de Juazeiro do Norte tem registro de candidatura indeferido


Na contagem regressiva para as Eleições Municipais 2020, o candidato do Podemos à Prefeitura de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra, teve o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral nesta quinta-feira (12). Em decisão publicada durante a madrugada, a juíza Kamile Moreira Castro, titular do Tribunal Regional do Ceará (TRE-CE), aceitou recurso do Ministério Público Eleitoral alegando que o candidato não provou desincompatibilização do cargo de inspetor de Polícia Civil dentro do prazo da Justiça.

O candidato Glêdson é o principal adversário de oposição ao prefeito Arnon Bezerra (PTB) em Juazeiro do Norte. Na mais recente pesquisa do Instituto Ibope para a eleição do Município, de 4 de novembro, Glêdson aparecia com 32% das intenções de voto, tecnicamente empatado na liderança com Arnon Bezerra, que tem 34%. Juazeiro do Norte é o maior colégio eleitoral do Interior do Ceará.

Segundo a decisão, não há prova de que o requerimento de desincompatibilização apresentado pelo candidato chegou ao conhecimento dos órgãos administrativos da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) dentro do prazo legal. A decisão aponta ainda contradições em boletins de ocorrência da Polícia Civil que mostram Glêdson ativo e em regime de plantão durante os meses de agosto e setembro deste ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão, baseada em pedido do Ministério Público Eleitoral e não de coligações adversárias, pegou de surpresa população e candidatos em Juazeiro do Norte na manhã desta quinta-feira, mas pode ser objeto de recurso.

Procurado pelo O POVO, Glêdson Bezerra disse ter recebido a decisão "com muita surpresa", mas que estava “absolutamente tranquilo com isso aí”.

Ele destaca ainda que outro policial civil cumpriu o exato mesmo procedimento que ele no município e teve a candidatura deferida. Reforçando que a candidatura já possuía parecer favorável da Procuradoria Regional Eleitoral, Glêdson destaca que a decisão não é definitiva e irá recorrer ao pleno do TRE-CE. 

O Povo