Mesária é dispensada após levar filha de 1 ano para local de votação no Ceará

Mesária é dispensada após levar filha de 1 ano para local de votação no Ceará


A engenheira Diana Marinho, de 33 anos, foi dispensada de trabalhar como mesária pois teve de levar a filha de um ano para o local de votação no Colégio Estadual Justiniano de Serpa, no Centro de Fortaleza, na manhã deste domingo (15).

Diana informou que não conseguiu ninguém para cuidar da criança, mas, mesmo assim, compareceu para trabalhar como mesária para não se "prejudicar".

"Eu não consegui que alguém ficasse com a minha filha. Eu vim porque acaba que pode me prejudicar de alguma forma, porque se eu não comparecesse seria pior. Eu vim tentar e então me dispensaram", disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O imprevisto aconteceu de última hora, segundo a engenheira, e ela não teve como comunicar com antecedência. "Normalmente a minha sogra é quem fica, mas como ela tinha que votar, a mãe é que tem a responsabilidade, eu não tive outra escolha", afirma.
G1-CE