Motorista de aplicativo tem 95% do corpo queimado por assaltantes; família faz campanha para arrecadar doações

Motorista de aplicativo tem 95% do corpo queimado por assaltantes; família faz campanha para arrecadar doações


No último sábado (21), o motorista de aplicativo José Hilker Assunção de Sousa, foi atacado por criminosos durante um assalto em Caucaia e foi encontrado com 95% do corpo queimado, de acordo com um familiar do jovem que preferiu não se identificar. O motorista está internado em estado grave.

A esposa Gleycyane Araújo abriu no Instagram uma campanha para que amigos e familiares possam fazer doações. Ainda de acordo com Gleycy, o motorista está internado no hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza. 

A polícia afirmou que o motorista de aplicativo foi abordado por indivíduos na Rua Campo do Madureira, no bairro Guajiru. Durante o crime, os suspeitos lesionaram o condutor com um objeto cortante, atearam fogo nele e levaram o carro.

Saúde
Ainda de acordo com a mulher do motorista, o estado de saúde do marido é grave, porém segue estável. 

“Venho agradecer a cada mensagem de apoio. No momento não estou conseguindo falar diretamente muitas mensagens obrigada de coração. Consegui contato com os médicos. Ele continua grave mais estável graças a Deus lutando para voltar pra gente. Continuem em oração”, afirmou Gleycyane.

Após investigações, o veículo foi localizado no Bairro Parque Santa Rosa, em Fortaleza, na madrugada do último domingo (22). As polícias Civil e Militar seguem com as investigações para identificar e capturar os suspeitos.

Denúncias 
A população da região pode contribuir repassando informações que auxiliem na localização dos suspeitos. As denúncias podem ser feitas pelo número (85) 3101-3360, da Delegacia Metropolitana de Caucaia.

Diário do Nordeste