No 2º turno, Camilo Santana anuncia apoio a Sarto e eleva tom contra Capitão Wagner

No 2º turno, Camilo Santana anuncia apoio a Sarto e eleva tom contra Capitão Wagner


Com a definição do nome de Sarto Nogueira (PDT) e Capitão Wagner (Pros) no segundo turno da eleição para a Prefeitura de Fortaleza, o governador Camilo Santana (PT) anunciou, nesta segunda-feira (16), publicamente, apoio ao candidato pedetista e voltou a elevar o tom contra o candidato do Pros.

Em coletiva de imprensa nesta segunda, o governador conclamou partidos e candidatos derrotados a integrarem o arco de alianças do pedetista. 

"Eu tenho a certeza e a garantia de que o Sarto representa o melhor para Fortaleza, e o meu desejo era conclamar a todos que querem o bem de Fortaleza, a todos os candidatos que fizeram parte do primeiro turno, a todos os partidos a se somarem à candidatura do Sarto no segundo turno", reforçou o chefe do Executivo Estadual

Na ocasião, o petista também elevou o tom contra Capitão Wagner, classificando-o como "representante do Bolsonaro" e "candidato do ódio".

"Eu me posicionei em relação ao candidato adversário, porque ele procurou nesse primeiro turno esconder a sua participação direta nos dois motins que ocorreram no Estado. Eu que vivi e vivenciei o problema este ano, sei o quanto isso representou para os cearense. É o candidato que usou a política da violência para buscar atingir os seus objetivos pessoais. E isso tenho procurado combater insistentemente", ressaltou Camilo se referindo a Capitão Wagner.

Sobre o primeiro turno, o governador afirmou que não entrou na campanha de nenhum candidato porque tinha dois aliados na disputa. "Eu tenho uma parceria administrativa e política com o PDT e respeito a candidatura do meu partido, que é a da Luizianne", pontuou.