O que pensam Braguinha e Tomás Figueiredo para a agricultura de Santa Quitéria; confira as propostas

O que pensam Braguinha e Tomás Figueiredo para a agricultura de Santa Quitéria; confira as propostas


Hoje, o portal A Voz de Santa Quitéria encerra uma série de reportagens que durante as últimas semanas buscou informar os eleitores do município com todas as propostas dos candidatos à prefeitura de Santa Quitéria. 

A intenção das reportagens foi fornecer conhecimento para que você, eleitor, vote com consciência, sabendo como cada candidato se posiciona em temas fundamentais para o avanço e crescimento de Santa Quitéria e para que estas promessas feitas hoje sejam cobradas e fiscalizadas pela população ao longo do mandato.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para encerrar, a equipe de jornalistas do portal trouxe na edição de hoje, as propostas dos candidatos à Prefeitura de Santa Quitéria para a agricultura. Em um ano que foi decretado a proibição de feiras ao ar livre por conta da Covid-19, os agricultores tiveram uma grande diminuição em sua renda. O próximo gestor do município terá que lidar com o peso das ações deste ano para essa área que foi extremamente prejudicada.


Braguinha (PSB)

Representando a coligação “Um Novo Tempo, Uma Nova Santa Quitéria”, o plano de governo de Braguinha contém 24 páginas, e traz em uma página e meia as suas propostas para os próximos 04 anos do município. No documento, o candidato do PSB, reforça que trabalhar levando em conta a realidade da população, é importante para o crescimento de um município e a conquista do bem-estar de seus cidadãos. Portanto, é importante implementar: 

  • Criação da Empresa Municipal de Extensão Rural e Pecuária. 
  • Ativação da escola agrícola e buscar sua viabilização através de parceria do comodato de terrar particulares. 
  • Aprimorar o apoio a agricultura familiar e pequenos produtores, na busca da diversificação, mantendo-os no campo com suas famílias, obtendo mais renda e qualidade de vida, através do investimento em culturas agrícolas com alto valor financeiro agregado de retorno. 
  • Apoio técnico aos agricultores, através do acompanhamento por técnicas agrícolas. 
  • Buscar parcerias com os governos federal, estadual, bem como o Sindicato dos Agricultores e produtores locais, cooperativas, SENAR, para investir em projetos de beneficiamento de culturas agrícolas e oferecer capacitação. 
  • Buscar apoio junto a bancos públicos para que estes ofereçam linha especial de crédito para pequenos e médios agricultores. 
  • Buscar apoio junto a bancos públicos para que estes ofereçam linha especial de crédito para pequenos e médios agricultores. 
  • Aproveitamento hidroagrícola para a implantação de projeto de fruticultura, abrangendo desde o plantio até o beneficiamento e comercialização. 
  • Criar uma Feira de Animais, a se realizar no Parque de Exposição. 
  • Incentivar o desenvolvimento da agricultura orgânica. 
  • Campanha Santa Quitéria produz orgânicos. 
  • Criação da Feira do Produtor Rural, com destaque para a Agricultura Orgânica. 
  • Valorização do Rebanho Ovino e Caprino, e buscar parceria com o Centro Nacional de Caprinos e Ovinos da Embrapa. 

Tomás Figueiredo (MDB)

O plano de governo do candidato a reeleição Tomás Figueiredo contém 12 páginas, onde uma é voltada inteiramente aos objetivos para com a agricultura. O representante da coligação “Renovando o compromisso com Santa Quitéria”, apresenta 16 propostas: 

  • Desenvolver ações juntamente com o governo estadual e federal, que irá combater a seca; 
  • Criar um projeto “Agricultor também é Empreendedor”; 
  • Fortalecer o Programa AGRO + proporcionando melhorias nas cadeias produtivas trabalhadas;
  • Incentivar os programas de irrigação, construção de cisternas e açudes, em parceria com o Governo Federal e Estadual; 
  • Combater a poluição sonora em diversos pontos e horários da cidade, inclusive por meio de campanhas educativas; 
  • Redefinir o Plano Ambiental do Município; 
  • Em parceria com o Governo Estadual e Federal, construir o Aterro Sanitário de Santa Quitéria; 
  • Criar um banco de dados verde inteligente por bairro via web, com a participação das comunidades; 
  • Melhorar a infraestrutura em: estradas rurais, saneamento básico/coleta de lixo;
  • Estimular a diversificação de culturas, proporcionando maior conhecimento e rentabilidade para o produtor rural; 
  • Criar de Centro de Apoio do Produtor Rural; 
  • Garantir junto ao governo federal o apoio e ampliação do Seguro Safra; 
  • Implantar a Escola Agrícola, para garantir a pequenos agricultores e a agricultura familiar, assistência técnica visando a diversificação; 
  • Elaborar um calendário de feiras nos Distritos; 
  • Valorização dos profissionais técnicos agrícolas do Município; 
  • Fortalecer o trabalho integrado entre as entidades (Secretaria da Agricultura, Cooperativas, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, EMATER, Universidades e Associações), com o objetivo de capacitar os agricultores em suas diversas atividades, disponibilizando assistência técnica para a produção, comercialização e consequente geração de renda aos agricultores familiares.

As propostas apresentadas durante as últimas semanas, foram retiradas dos documentos de diretrizes de governo disponibilizados pelas próprias coligações.