PF cumpre mandados no Ceará contra lavagem de dinheiro comandado por organização criminosa

PF cumpre mandados no Ceará contra lavagem de dinheiro comandado por organização criminosa


A manhã desta quarta-feira (25) começou com 12 mandados de busca e apreensão no Ceará, São Paulo e Minas Gerais com o objetivo de apurar crime de lavagem de capitais provenientes do tráfico de drogas no Estado, comandado por uma organização criminosa paulista que era chefiada por Rogério Jeremias de Simone, o "Gegê do Mangue", e Fabiano Alves de Souza, o "Paca", mortos em fevereiro de 2018, na Grande Fortaleza.

De acordo com a Polícia Federal, a organização criminosa movimentou mais de R$ 8 milhões em bens móveis e imóveis, além da grande quantidade de dinheiro ilícito nas contas bancárias dos investigados e “laranjas”.

As investigações tiveram início, segundo a PF, depois das mortes de Gegê e Paca, após a polícia constatar que os dois líderes, juntamente com outros membros da organização criminosa que atuava no Ceará, fizeram movimentações ilícitas milionárias.

A ação faz parte da "Operação Node", que recebeu este nome em alusão à Terra de Node, onde Cain foi habitar após ser expulso da família. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal, após representação em inquérito policial.

Diário do Nordeste