PRTB, de Levy Fidelix, protocola pedido para cancelamento das eleições

PRTB, de Levy Fidelix, protocola pedido para cancelamento das eleições


Levy Fidelix, presidente do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) e candidato derrotado à Prefeitura de São Paulo, anunciou que o partido entrou na Justica Eleitoral com um pedido para “o cancelamento das eleições no TSE até que invasão das urnas seja esclarecida”. O anúncio foi feito por ele via Twitter na tarde desta terça-feira (17/11).

Em 11° lugar nas votações do último domingo, Fidelix compartilhou ainda a peça jurídica de oito páginas em que o PRTB pede “esclarecimento a respeito da paralisação do sistema de totalização dos votos nas eleições municipais de 2020, sob pena de anulação”.

O partido utilizou reportagens sobre o atraso na apuração dos votos, ocasionado pela centralização da contagem, que era feita pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

A peça jurídica alega que há “graves indícios de irregularidade na apuração e divulgação dos resultados, após ataque externo (hackers) tanto no dia 12/11, quanto no dia 15, domingo, durante a realização das eleições”.

Em coletiva realizada nesta segunda-feira (17/11), o ministro presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, afirmou que o sistema do tribunal sofreu uma tentativa de invasão de hackers e que, em seguida, milícias digitais entraram em ação para desacreditar o sistema durante as votações. Entretanto, Barroso garantiu que as tentativas de ataques ao sistema do TSE não afetaram o resultados das eleições.

Metrópoles