Sementes recebidas por brasileiros contêm pragas inexistentes no país

Sementes recebidas por brasileiros contêm pragas inexistentes no país


Uma análise feita pelo Ministério da Agricultura indica que os pacotes de sementes misteriosas recebidas por brasileiros pelos Correios contêm pragas que não existem no país. Ao todo, segundo a pasta, quase metade (17) das 36 amostras estudadas apresentaram risco fitossanitário ao Brasil.

Uma delas continha a espécie Myosoton aquaticum, praga com potencial para ser considerada quarentenária, ou seja, com risco de estabelecimento permanente no país, podendo causar impactos econômicos negativos. Essa planta é resistente a herbicidas, o que torna seu controle difícil, e é considerada daninha nos campos de trigo da China.

Em quatro amostras foram identificadas a espécie quarentenária Descurainia sophia, caracterizada como uma planta daninha nos Estados Unidos e no Canadá, além de planta invasora no México, Japão, Coreia, Chile e Austrália.

"A introdução de material propagação (sementes ou mudas), mesmo em pequenas quantidades, sem atender aos requisitos fitossanitários e de qualidade estabelecidos pelo ministério coloca em risco a agricultura brasileira", alerta o diretor do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas, Carlos Goulart.

As histórias de sementes vindas da China que chegam a consumidores já datam de meses. Casos foram relatados na Europa e ganharam maior repercussão nos Estados Unidos, por conta da tensão entre americanos e chineses. Mas a hipótese mais provável, considerada inclusive pela Defesa Sanitária Vegetal de Santa Catarina, é a de um simples golpe para conseguir mais vendas na internet.

UOL