Uma pessoa é presa no Ceará por tráfico internacional de drogas

Uma pessoa é presa no Ceará por tráfico internacional de drogas


Uma pessoa foi presa pela Polícia Federal no Ceará, na manhã desta segunda-feira, 9, em um condomínio de luxo no Porto das Dunas, em Aquiraz, suspeita de fazer parte de uma organização criminosa especializada em tráfico internacional de drogas para a Europa e em lavagem de dinheiro, com ramificações em seis estados. Ao todo, 15 pessoas foram indiciadas. Os mandados foram expedidos pela PF em Pernambuco.

A organização criminosa teria como especialidade o transporte e armazenamento de cocaína em grandes quantidades em território nacional, a fim de ocultar a droga em cargas exportadas via portos brasileiros para a Europa em contêineres. Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em seis estados, incluindo o Ceará. Uma moradora do condomínio confirmou que viu a perseguição dentro da propriedade.

A investigação teve início em junho de 2019 quando a Receita Federal no Porto de Suape, na Região Metropolitana do Recife, apreendeu 808 quilos de cocaína camuflados em carga de bananas que seria exportada para Bélgica. A PF, então, iniciou a investigação criminal, tendo apoio da Receita Federal na troca de informações sobre os criminosos.

As investigações, até o momento, revelam que o grupo criminoso é formado por integrantes espalhados por estados do Nordeste, mas com atuação também no Norte do País. As lideranças da organização têm raízes no roubo e furto de cargas e, por isso, já foram alvos da Operação Piratas do Sertão, deflagrada pela Polícia Federal em 2010 nos estados de Rio Grande do Norte e Paraíba. Além disso, foram detectados laços criminosos desse grupo com lavadores de dinheiro na Região Sudeste e Centro-Oeste.

A Operação Símios está sendo deflagrada em conjunto com a Operação Pojuca, conduzida pela Polícia Federal no Pará, haja vista a detecção de que o grupo também foi responsável por ações criminosas do mesmo tipo em porto daquele Estado. 

O Povo Online