Após enviar áudio a esposa dizendo que ‘descobriu esquema’, homem desaparece de embarcação

Após enviar áudio a esposa dizendo que ‘descobriu esquema’, homem desaparece de embarcação


Um homem que estava viajando de barco do estado do Amazonas para Santarém, no oeste do Pará, desapareceu antes de chegar ao destino final. De acordo com testemunhas, o passageiro se jogou no rio, mas família contesta versão de suicídio, pois o homem enviou um áudio para esposa informando que tinha descoberto um “esquema” na embarcação.

No áudio, o homem identificado como Orlando Rodrigues disse para esposa que por ter descoberto esse esquema, algo de errado poderia acontecer. Ele se despede da mulher com declarações de amor. 

“Não era para eu descobrir, mas eu descobri um esquema aqui. Só que quando a gente vê uma coisa que não é para ver, aí acontece algo de errado. Então eu te amo amor. Te amo muito muito muito mesmo”, disse Orlando em áudio enviado à esposa.

Os familiares de Orlando Rodrigues de 43 anos, afirmaram que ele saiu de Manaus, no Amazonas, na quarta-feira (16) até Santarém, no oeste do Pará. Posteriormente ele seguiria viagem até Belém, com destino final Marabá, onde passaria as festas de fim de ano com familiares.

Em entrevista, a esposa de Orlando informou que ele não tinha desejo suicida. A mulher, que preferiu não ser identificada, disse que o esposo estava fazendo planos e que estava levando roupas para passear e que a viagem estava sendo muito planejada pelo casal.

“Ele não tinha pretensão de se jogar no rio, ele tinha medo de rio, então não tem sentido nenhum ele se jogar. Ele tinha planos para o futuro, uma pessoa que vai se matar não planeja o futuro. Ele não tinha pensamentos suicidas, ele não queria se matar. Eu tenho certeza que alguma coisa aconteceu nesta embarcação e eu peço ajuda para que esse caso seja investigado”, disse a esposa de Orlando.

A empresa Antonio Rocha Transportes, responsável pelo navio Amazon Star, informou que o caso foi registrado na Capitania dos Portos e que as imagens de câmera de segurança estão com o órgão para as investigações e instauração do inquérito.

Antônio Rocha disse ainda que o chefe responsável pela embarcação registrou em relatório que o passageiro disse a algumas testemunhas na embarcação que não chegaria ao destino final, que era Santarém.

Em boletim de ocorrência foi registrado na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, que investiga o caso junto com a Capitania Fluvial de Santarém.

G1