Com foco na desinformação, Justiça Eleitoral do Ceará se prepara para pleito eleitoral de 2022

Com foco na desinformação, Justiça Eleitoral do Ceará se prepara para pleito eleitoral de 2022


Com o fim do segundo turno das eleições municipais, o Tribunal Regional Eleitoral se prepara agora para o pleito eleitoral de 2022. Durante coletiva na manhã desta terça-feira (1º), o órgão informou que será feita uma análise ainda hoje com os responsáveis pelas zonas eleitorais, além de outros profissionais. Também foi anunciado que desde já um dos focos é combater a desinformação, que foi destaque em 2018 e se repetiu em 2020. 

"Hoje nós damos o pontapé inicial para as eleições 2022", afirmou Edna Saboia, coordenadora de eleições do TRE. Entre os pontos que devem ser levados em pauta na avalição, está a uniformização das equipes no dia das eleições. 

"Nós teremos um problema, que foi enfrentado em 2020 e que deve se repetir em 2022, que é a desinformação. O grande projeto da Justiça Eleitoral que já começa agora é tentar informar o eleitor", explicou a coordenadora. 

Estão previstas palestras em escolas e a divulgação de informações corretas por meio dos veículos de comunicação e de agências de checagem. Segundo Saboia, o objetivo é que, à medida em que as notícias falsas forem aparecendo logo sejam corrigidas. "Essa vai ser a grande bandeira da Justiça Eleitoral para 2022, de atuar na informação do eleitor", completou.

No começo de novembro, o presidente Jair Bolsonaro voltou a lançar dúvidas, sem apresentar provas, sobre a regularidade das eleições feitas com urnas eletrônicas. "Você fica na dúvida. Não pode ter dúvida", disse Bolsonaro a apoiadores, ao defender o voto impresso um dia após o primeiro turno.

O Povo