Facebook é processado e pode ser obrigado a vender Instagram e WhatsApp; entenda o porque

Facebook é processado e pode ser obrigado a vender Instagram e WhatsApp; entenda o porque


O Facebook foi processado por uma coalizão de 48 estados americanos, em uma ação conjunta com a Federal Trade Comission (FTC), após ser acusado de práticas anticompetitivas nos Estados Unidos, caso que envolve as compras do Instagram e do WhatsApp.

Nesta quarta-feira, o FTC abriu um processo separado contra a plataforma, que vai além do caso estadual, pedindo que a empresa desfaça as aquisições do Instagram e do WhatsApp, transformando-os em empresas independentes, além de exigir que a tech solicite aprovação para futuras fusões e aquisições.

O processo gira em torno das aquisições do Facebook, particularmente a compra do Instagram por 1 bilhão de dólares em 2011. Além de sua estratégia de aquisição, os procuradores-gerais alegam que o Facebook usou o poder e o alcance de sua plataforma para reprimir desenvolvedores de softwares independentes, que ficariam proibidos de criar tecnologias semelhantes para outros parceiros.

O Facebook é dono das maiores redes sociais e serviços de mensagens do mundo — porque detém o Instagram e o WhatsApp —, com uma dominância de mais de 70% do mercado de redes sociais. A compra do WhatsApp pelo Facebook, por 22 bilhões de dólares, está entre os maiores negócios do mercado de tecnologia.

Os procuradores demandam que o Facebook seja quebrado em diferentes partes, com a cisão dos negócios de Instagram e WhatsApp, além da restrição de novas aquisições e futuros negócios — as demandas estão entre as mais severas que poderiam ser feitas.

Exame