Mulher ganha R$ 60 mil em doações ao fingir ter câncer para pagar casamento

Mulher ganha R$ 60 mil em doações ao fingir ter câncer para pagar casamento


Toni Standen, de 29 anos, ganhou mais de 8 mil libras esterlinas (cerca de R$ 60 mil) em doações após fingir ter câncer no ovário. A farsa teria acontecido porque a mulher queria realizar o "casamento dos sonhos". Além disso, a inglesa ainda reforçava o discurso dizendo que o pai também estava com a doença e sonhava que ele pudesse levá-la ao altar. Na última semana, Toni se considerou culpada por fraude e falsa representação durante audiência, e agora aguarda julgamento. Se condenada, o juiz pode determinar que ela devolva o dinheiro das doações.

Durante a farsa, a noiva raspou a cabeça e ainda concedeu entrevistas para jornais locais nos quais afirmava que o câncer no ovário tinha se tornado terminal pois passou "para o cérebro, ossos e estava em toda a parte".

Após o casamento com 150 convidados no condado de Cheshire, na Inglaterra, o casal foi até um hotel e depois seguiram para a lua de mel na Turquia.

Os amigos começaram a achar o discurso da doença estranho quando Toni contou que estava com coronavírus, em abril deste ano, e levantou a suspeita dos colegas que decidiram questioná-la sobre a veracidade da doença. "Telefonamos para ela para uma conversa a três e gravamos. Perguntamos diretamente: 'Você realmente tem câncer?'. Ela começou a chorar e admitiu que era tudo mentira [sobre o câncer]. Encerramos a ligação e ligamos imediatamente para a polícia", disse uma pessoa.