Pesquisa aponta que “luto” é a palavra do ano no Brasil

Pesquisa aponta que “luto” é a palavra do ano no Brasil


Em 2020, ano quando, por muitas vezes, a tragédia foi a tônica maior dos acontecimentos, a palavra “luto” definiu o Zeitgeist – termo em alemão que significa “espírito do tempo”. A informação é de uma pesquisa realizada pela consultoria CAUSE, em parceria com o Instituto IDEA Big Data. É a quinta edição do levantamento, que tenta mapear as palavras que melhor definem um determinado ano. Os resultados foram divulgados no último dia 22.

O estudo ocorreu em três etapas. Na primeira, especialistas de diversas áreas da comunicação sugerem palavras que acredita definir a nuvem de significados que contempla os acontecimentos deste ano.

Na segunda, funcionários das empresas organizaram as sugestões, e combinaram palavras e conceitos determinados pelos cientistas com termos mais pesquisados em ferramentas de busca na internet, ou que mais surgiram nas redes sociais.

Daí, emergiram sete finalistas: luto, resistência, desamparo, isolamento, queimada, saudade e antirracismo. A última etapa da pesquisa ocorreu a partir de entrevistas com cerca de 1.200 pessoas em todo o Brasil, que escolheram qual palavra melhor definia 2020. O estudo ocorreu entre 14 e 16 e dezembro, por telefone, e, a margem de erro, é de 3% para mais ou para menos.

“Luto” foi escolhida pela maior parte dos entrevistados, marcando 30,2% das respostas. “Num ano em que pelo menos 180 mil famílias brasileiras perderam alguém por conta do coronavírus, não surpreende que Luto represente o sentimento das pessoas. Fazemos há cinco anos esta pesquisa e, sem dúvida, essa foi a palavra mais dura de todas”, concluiu o cientista político e sócio fundador da CAUSE, Leandro Machado, em nota.

O Tempo