Presidente da Câmara de Canindé, Alan Panta é preso pela Polícia Civil

Presidente da Câmara de Canindé, Alan Panta é preso pela Polícia Civil


O presidente da Câmara de vereadores, Francisco Alan de Oliveira Uchôa, o Alan Panta (PSD) foi preso temporariamente nesta segunda-feira (28), em uma operação da Polícia Civil de Canindé, que investiga ameaças de morte e de dois atentados, a tiros, ocorridos nas residências do vereador Adriano Caetano (PSB) e da prefeita Rozário Ximenes (DEM).

De acordo com informações dadas pelo Delegado Daniel Aragão Mota, o motivo dos ataques seria uma disputa pela presidência da Câmara Municipal. A operação é um desdobramento de uma investigação que envolve depoimentos, imagens e documentos. 

A Polícia também ouviu o vereador Adriano que relatou a polícia ter sido oferecido uma quantia em dinheiro para votar na eleição da Câmara.

Prisão
A prisão temporária do presidente da Câmara foi determinada pela justiça e tem validade de 5 dias, podendo ser prorrogada. Também foram cumpridos mandatos de busca e apreensão nas residências dos vereadores eleitos Manoel Deodato (Solidariedade) e Giovane Lira (PSD). Durante operação, a polícia apreendeu aparelhos celulares e documentos como agenda, notas promissórias e outros.

Ceará Agora