Projeto do governo que torna Auxílio Catador política permanente no Ceará é aprovado

Projeto do governo que torna Auxílio Catador política permanente no Ceará é aprovado


A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou o projeto que torna o Auxílio Catador uma política permanente de Estado, como era intenção do governador Camilo Santana. Criado durante a pandemia para minimizar as perdas financeiras dos catadores, o programa Auxílio Catador, do Governo do Ceará, beneficia atualmente 1.339 recicladores ligados a 48 associações, em 41 municípios. O governador anunciou que a intenção é ampliar o número de beneficiários para que o programa atenda os 184 municípios cearenses.

A lei hoje em vigor, anteriormente aprovada pela Assembleia Legislativa, em julho, autoriza o pagamento emergencial de seis parcelas, até o final de 2020, correspondentes a 25% de um salário mínimo (R$ 261,25).

Ao tornar a medida permanente, Camilo Santana avalia que o Governo está retribuindo o serviço prestado por esses autônomos à sociedade e à natureza. Para obter mais informações, os interessados podem entrar em contato com a Coordenadoria de Desenvolvimento Sustentável da Sema através do e-mail auxiliocatador@sema.ce.gov.br ou pelos telefones (85) 3108.2777.