Racha? Eleição da Câmara de Santa Quitéria pode ter dois candidatos da mesma base

Racha? Eleição da Câmara de Santa Quitéria pode ter dois candidatos da mesma base


Passadas as definições do secretariado para a nova gestão - que foi anunciado ontem (16) -, o tabuleiro político de Santa Quitéria já movimenta, ainda que de maneira tímida, as suas peças com vistas a 1º de janeiro, quando ocorrerá a eleição da presidência da Câmara Municipal.

Para o quadriênio 2021 a 2024, chegam oito novos vereadores e outros cinco permaneceram em suas vagas. A base aliada do prefeito Braguinha será composta por sete vereadores do PSB, PDT e PT e a oposição estará com outros seis do MDB e SD.

O nome natural para a corrida é o do filho do prefeito, Joel Barroso (PSB), que já presidiu a Casa de 2017 a 2018 e que possui a simpatia dos colegas de grupo para retornar ao cargo. Entretanto, da mesma base, outro nome também ensaia uma candidatura: Cesário Junior (PDT). No que se ventila nos bastidores, é de que ele poderia ser votado pela oposição, já que o grupo dos seis não estaria estruturado para lançar candidato e não teriam objeção ao seu nome.

Fato é que ainda não é possível se prevê o que vem pela frente. As duas semanas seguintes prometem ser de muita conversa e alinhamento entre as bancadas, se haverá uma candidatura única, com coesão do grupo ou se disputa com duas chapas.