Vereador é preso logo após tentar comprar votos com sorvete

Vereador é preso logo após tentar comprar votos com sorvete


A Polícia Federal informou, no último domingo (06), que um candidato a vereador foi preso no Macapá, onde ocorria o primeiro turno das Eleições 2020, por tentativa de compra de votos. Segundo os agentes, o postulante estava oferecendo sorvete em troca de votos.

O candidato foi levado à prisão com R$ 2 mil em espécie, pagou a fiança e já está solto. Além disso, uma eleitora foi presa por ter sido flagrada fotografando a urna eletrônica e, outra, por transportar eleitores.

Repórter Ceará