Após fiscalização, município cearense terá que descartar 600 testes rápidos vencidos em outubro de 2020

Após fiscalização, município cearense terá que descartar 600 testes rápidos vencidos em outubro de 2020


Com um prejuízo estimado em R$ 16,8 mil pela Prefeitura de Quixeramobim, no Sertão Central, o município terá que descartar cerca de 600 testes rápidos de coronavírus vencidos que foram encontrados durante uma fiscalização realizada pela Secretaria de Saúde do município.

Os lotes, conforme imagem divulgada, deveriam ter sido utilizados até o mês de setembro, com vencimento para o dia 09 de outubro, contudo, até o dia 30 de dezembro do ano passado, não constavam no sistema. No estoque, não foi encontrada nenhuma nota fiscal com informações sobre os testes.

De acordo com a gestão, o caso está sendo acompanhado pelo setor jurídico da Prefeitura. A hipótese é que os lotes foram colocados no depósito no último dia do ano, contudo, não há como saber, no momento, pois as câmeras de monitoramento são formatadas a cada cinco dias.

Repórter Ceará