Com voto "surpresa", Joel Barroso é reconduzido para a presidência da Câmara de Santa Quitéria; reveja a posse

Com voto "surpresa", Joel Barroso é reconduzido para a presidência da Câmara de Santa Quitéria; reveja a posse


A tarde desta sexta-feira (01) foi marcada pela posse da nova legislatura de 2021 a 2024, bem como a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Santa Quitéria, que ganhou um ingrediente especial para apimentar os bastidores políticos. Após quatro anos, Joel Barroso (PSB) foi reconduzido novamente à presidência da Casa, tendo como vice-presidente Cesário Junior (PDT), Eliandro Mesquita (PSB) como 1º secretário e Danio Braga (PT) como 2º secretário.


A Chapa 1, liderada por Joel, havia sido protocolada no dia anterior. Momentos antes de iniciar a sessão, o vereador Viana (MDB) registrou a Chapa 2, com alguns colegas da bancada de oposição. A surpresa, entretanto, veio aí: a oposição, até então, tinha seis votos e a situação sete. No abrir das urnas, um dos seis pulou do barco e o placar contou um voto a mais para a situação. Com a votação secreta, a dúvida pairou no ar.

Apesar de pai e filho comandarem Executivo e Legislativo respectivamente, Joel afirmou que serão duas casas distintas, mantendo sua autonomia e que buscará neste biênio, abrilhantar a Casa e resgatar a parte institucional, que segundo ele, fora ofuscada pela gestão anterior. Elegeu como prioridade, reformular o Regimento Interno, que norteia os trabalhos da Câmara, o qual considerou arcaico e ultrapassado.


Em seus discursos, os novos vereadores desejaram sucesso à nova Mesa Diretora, apresentaram as suas expectativas para o mandato, bem como a necessidade da independência do Poder Legislativo, em apoiar projetos e fiscalizar as ações do Executivo. Parte da bancada de oposição, que também foi a Tribuna, lamentou ter a "traição" por parte de um deles e que não podiam se confiar em todos, prometendo fazer um trabalho incisivo de oposição.

Reveja a cerimônia de posse