Médico perdoa R$ 3,4 milhões em dívidas de quase 200 pacientes com câncer

Médico perdoa R$ 3,4 milhões em dívidas de quase 200 pacientes com câncer


Um oncologista dos Estados Unidos perdoou quase 650 mil dólares (o equivalente a R$ 3,4 milhões) em dívidas de cerca de 200 pacientes com câncer depois de perceber que muitos deles estavam tendo dificuldade para pagar.

O médico Omar Atiq fechou seu centro de tratamento de câncer no estado do Arkansas no ano passado, após quase 30 anos de atuação.

Ao fechar, ele contratou uma empresa de cobrança de dívidas para coletar os pagamentos que ainda estavam pendentes, mas então percebeu que muitas famílias haviam sido afetadas financeiramente pela pandemia.

Durante o Natal, ele escreveu cartas aos pacientes dizendo que todas as dívidas seriam perdoadas. "Com o tempo, percebi que há pessoas que simplesmente não conseguem pagar", disse o Atiq ao programa Good Morning America, da rede de televisão americana ABC.

"Minha esposa e eu pensamos sobre isso e resolvemos perdoar todas as dívidas. Vimos que tínhamos condições de fazer isso e fizemos. Achamos que não havia melhor momento para fazer isso do que durante uma pandemia que dizimou vidas e os negócios das pessoas", disse Atiq a um jornal local.

BBC