Menino de dois anos morre após se engasgar com peça de brinquedo

Menino de dois anos morre após se engasgar com peça de brinquedo


Internado por 12 dias após se engasgar com a peça de um brinquedo, Luiz Otávio Aquino Madureira, de 2 anos, morreu nesta quinta-feira (28). Ele estava hospitalizado desde o último dia 17, na Santa Casa de Montes Claros, em Minas Gerais. 

Conforme informações divulgadas, a causa foi morte cerebral.  A mãe, Isabela Aquino, relatou que a criança brincava na casa da avó, quando se engasgou com uma ventosa que ficava acoplada na ponta de uma flecha de brinquedo. 

"Falei para ele tirar, só que ele sugou e a peça foi parar na garganta. Imediatamente, enfiei o dedo para tentar puxar, só que estava longe, mais fundo. Meu ímpeto foi correr para o hospital”, lembrou. 

Otávio sofreu parada cardiorrespiratória e obstrução das vias aéreas na primeira unidade hospitalar a qual foi levado. Depois de reanimado, foi encaminhado para a retirada da peça na Santa Casa, onde morreu. 

Nas redes sociais, o pai do menino, Charles Madureira, agradeceu as orações e comunicou a doação dos órgãos do filho. 

“A vontade de Deus foi diferente da nossa, então, chegou o último dia. Infelizmente, foram feitos todos os testes e constatou-se a morte encefálica, não tem mais o que fazer, é só mesmo pedir a Deus para continuar dando forças para nós, porque não é fácil", disse.

"Mesmo nesse momento difícil, de dor, nós optamos por fazer a doação de órgãos dele, com isso vão restaurar sete vidas, não só sete vidas, mas vão restaurar sete famílias. Que essas famílias possam ter a esperança de ter seus filhos de volta, igual eu tinha a esperança de ter o meu e, infelizmente, não ocorreu", lamentou. 

A instituição realiza exames para avaliar a doação. Após os resultados, previstos para sexta-feira (29), será definido o número de pessoas aptas para receber, a depender dos órgãos que foram possíveis de serem captados. 

Diário do Nordeste