Mulher finge ser agente de vacinação contra Covid-19 e tenta entrar em condomínio cearense

Mulher finge ser agente de vacinação contra Covid-19 e tenta entrar em condomínio cearense


Uma mulher tentou entrar em um condomínio no Bairro Aldeota, em Fortaleza, fingindo ser agente de imunização da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Segundo testemunhas, o caso aconteceu na noite do último sábado (30).

Moradores do condomínio relatam que a mulher dizia estar no condomínio para vacinar idosos contra a Covid-19. No entanto, ao ser informada que não havia pessoas com mais de 75 anos no local, a mulher afirmou ser um engano e deixou o local em um veículo de cor preta.

Testemunhas contam ainda que a mulher estava sozinha, tinha cabelos loiros, estava trajada com um jaleco e carregava um isopor. Ela não sabia dizer o nome do suposto paciente que seria imunizado.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou que os profissionais da saúde que realizam a vacinação em casa atuam de segunda a sexta, das 8 às 17h, devidamente uniformizados e paramentados com todos os equipamentos de proteção individual (EPIs) e com crachá de identificação da Prefeitura de Fortaleza. 

O órgão esclareceu ainda que a vacinação ocorre mediante cadastramento, portanto, apenas quem recebeu o agendamento via e-mail ou Whatsapp de confirmação receberá a visita na capital.

A Polícia Civil informou que não houve acionamento dos órgãos de Segurança Pública e nenhum boletim de ocorrência foi registrado. A polícia afirmou que a população deve registrar o documento, caso seja vítima de estelionato ou golpes relacionados à imunização do novo coronavírus, e ressalta que as vacinações só ocorrem através de agendamento.

O registro, de acordo com a polícia, pode ser feito presencialmente em qualquer unidade da Polícia Civil ou por meio da Delegacia Eletrônica (Deletron), em qualquer horário do dia ou da noite. A Delegacia Eletrônica atende todo o Estado do Ceará.

G1 - CE