Servidores de Santa Quitéria realizam primeira negociação com a Prefeitura

Servidores de Santa Quitéria realizam primeira negociação com a Prefeitura


Dirigentes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santa Quitéria reuniram-se ontem (18/01) com o prefeito José Braga Barrozo, e demais representantes da gestão para apresentação da pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2021 da categoria, que tem como tema “Levante e Lute! Em defesa da vida, dos serviços e dos servidores públicos”.

Entre os destaques do encontro, a reivindicação de reajuste salarial para diversas funções do serviço público local, que, segundo o sindicato, acumulam expressivos oito anos sem crescimento nos benefícios. De acordo com o SINDSEP, anteriormente, as categorias que adentravam ao funcionalismo tinham seus vencimentos com mais de um salário-mínimo, tanto as de nível médio, técnico e superior, mas agora têm o poder de compra completamente comprometido. “Reajuste inflacionário difere de aumento salarial. Mesmo vigorando a Lei Complementar 173, o reajuste não impactaria como ônus ao município”, destacou a presidente da entidade, Germana Aragão.

Outras cobranças foram feitas, entre elas a demanda dos vigias, que solicitam fardamento e adicional de periculosidade; o pedido de laudo pericial que contemple todas as funções do serviço público que estão submetidas à ambientes insalubres e perigosos; a discussão da política de transferências, principalmente dos enfermeiros efetivos do município; e a adoção de adicional de insalubridade para os Agentes Comunitárias de Saúde e dos Técnicos Agrícolas.

Houve ainda a cobrança da necessidade do município legislar sobre o número de dirigentes liberados para mandato classista, pois a Lei Orgânica, que contempla a liberação, não delimita quantitativos. “Abordou-se a jornada de trabalho dos motoristas de ambulância, assim como a exigência do curso de condutor de veículos de emergência e que o SINDSEP/SQ defende que esses profissionais sejam do quadro de servidores efetivos do município, permanecendo sem rotatividade e contemplados com formações regulares. Propusemos um calendário de contemplação do benefício da licença prêmio e como exemplo citamos a forma de como o município de Tamboril adotou”, reforçou a direção do sindicato.

De acordo com os representantes laborais, o prefeito de Santa Quitéria ouviu atentamente as demandas e prometeu analisar cada uma delas para em breve responder como a administração irá agir em relação aos pleitos.