Sobral propõe retorno de aulas no município em fevereiro

Sobral propõe retorno de aulas no município em fevereiro


O cenário de retorno escolar com aulas presenciais, paralisado por conta da pandemia do coronavírus, começa a ser desenhado em algumas cidades do Ceará. Em Sobral, o secretário da Educação Herbert Lima e o chefe do Gabinete da Prefeitura de Sobral, David Duarte, apresentaram em reunião virtual, na última (15), minuta de decreto municipal com proposta de volta às aulas na Educação Infantil para o dia 1º de fevereiro e prevê o retorno das atividades presenciais para os estudantes do Ensino Fundamental — anos iniciais (1º ao 5º) no dia 22 do mesmo mês — com 30% da capacidade em ambas as modalidades.

Participaram da reunião gestores da Secretaria Municipal da Educação e da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 6, além de representantes de escolas particulares. Apesar do olhar para retomada de aulas presenciais, alguns critérios de segurança estão sendo avaliados pelo Município. 

De acordo com Herbert Lima, “a secretaria da Educação continuará se reunindo semanalmente com representantes das escolas das redes municipal e privada para avaliação dos dados epidemiológicos locais”.

Ainda na reunião, o município informou que seguirá acompanhando rigorosamente as orientações das autoridades sanitárias e do Governo do Estado do Ceará para garantir que a retomada das aulas presenciais ocorra de forma segura para estudantes, profissionais da Educação e seus familiares.

Segurança
Para uma retomada com segurança para alunos e professores, o Município realiza uma série de ações nas instituições de ensino. O valor médio gasto pela Secretaria da Educação de Sobral para realizar a reestruturação é de R$ 800 mil. 

A cidade conta ainda com verba federal de R$ 1,1 milhão, oriunda do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). A quantia também será aplicada na compra de materiais, equipamentos, melhoria da conectividade e acesso à internet e reforma nas escolas.

Diário do Nordeste