Tamboril: novo bloqueio do FPM instaura caos financeiro na prefeitura municipal

Tamboril: novo bloqueio do FPM instaura caos financeiro na prefeitura municipal


Nesta sexta-feira (29/01), mais uma parcela de recursos arrecadados da prefeitura de Tamboril foi retida na fonte, zerando as contas do município que seriam para pagamento de servidores.

O resultado da má administração se reflete neste início de gestão em muitos municípios do Ceará. De Tamboril, vem um exemplo de desmonte, irresponsabilidade, falta de respeito ao povo e de espírito público, característica de muitos dos maus políticos que temos.

Pedro Calisto (MDB) e Bibi (PT), ex-prefeito e vice, respectivamente, perderam a eleição e ao saírem deixaram para trás o desmonte da prefeitura e por conseguinte, a incapacidade do município, pelo menos, nesse início da gestão, Marcelo Mota (PDT), até para pagar o funcionalismo público, por falta de recursos.

De acordo com o prefeito Marcelo Mota o montante dos recursos bloqueados da prefeitura já somam R$ 1,4 milhão.

Nunca passou por nossa cabeça fazer qualquer tipo de perseguição aos gestores anteriores, trata-se de um sistema de defesa, para nos respaldar legalmente. Agora o que temos visto é uma falta de respeito com a população e falta de zelo pela coisa pública. O que ainda me preocupa são os casos de retenções de recursos que possam ocorrer futuramente e causar um dano ainda maior na saúde financeira de Tamboril, afetando a vida dos servidores e prejudicando a capacidade de investimento do município.

Portal Cearense News