Vacinas disponíveis até agora no Ceará alcançam só 33% do primeiro grupo prioritário

Vacinas disponíveis até agora no Ceará alcançam só 33% do primeiro grupo prioritário


Juntos, os três lotes de vacinas contra Covid-19 já recebidos pelo Ceará viabilizam uma cobertura vacinal de apenas 33,6% das 619,6 mil pessoas enquadradas na primeira etapa da imunização. Em uma semana, o Estado recebeu 334,9 mil doses, incluindo o estoque de segurança. Destas, as 208,5 mil a serem aplicadas nesta população prioritária já chegaram a todas as 22 Áreas Descentralizadas de Saúde (ADSs). 

As informações são de balanço divulgado nesta segunda-feira (25) pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). A quantidade distribuída é inferior à recebida em razão do percentual de 5% que deve ser destinado à reserva técnica, conforme determinação do Ministério da Saúde.

Esse estoque é estipulado para o caso de danos aos frascos dos imunizantes ou até a perda da eficácia devido à temperatura. Nele, estão armazenadas 125,8 mil unidades da CoronaVac e 450 da vacina de Oxford/AstraZeneca recebidas pelo Ceará.

Nesta primeira etapa de vacinação do grupo considerado prioritário, são contemplados idosos com mais de 75 anos ou internados em instituições de longa permanência, indígenas, pessoas com deficiência institucionalizadas e os trabalhadores da saúde que estão na linha de frente de combate à Covid-19, tanto em instituições públicas quanto privadas.

Veja como ficou a distribuição


Diário do Nordeste